Blog 

PESSACH: A FESTA DA LIBERDADE

20/04/2019

Páscoa (Pêssarr, em hebraico) significa literalmente “passagem”.

 

 

A Páscoa fala de memória, de identidade, de trazermos a consciência que somos todos irmãos independente da religião, credo ou mesmo convicção. A grande liberdade está em aceitar o outro com as diferenças e acolher dentro do coração que ser livre é se desprender dos juízos de valores e crenças que carregamos como verdades.

 

No mito da saída os hebreus do Egito em busca da terra prometida, vemos o faraó como uma metáfora referente ao nosso ego que é dominador, cheio de regras e quer comandar nossas relações a partir daquilo que tem interesse pessoal.

 

 

A travessia do deserto pode ser longa e cheia de dificuldades onde precisamos encarar nossos hábitos e padrões repetitivos que nos aprisionam no ego. A escravidão está em servir a esses antigos e obsoletos padrões de comportamento muitas vezes repetidos sem a mínima consciência.

 

A páscoa é o momento de revisão e de aprofundamento nos padrões de escravidão que nos encontramos para iniciar a nova jornada em busca da verdadeira liberdade da nova consciência. Esse estado de consciência elevada consiste no genuíno significado da existência; onde o medo já não nos domina mais, podemos compreender que cada obstáculo que nos deparamos serão essenciais para atingirmos um novo estágio da consciência. Sair do mundo da escravidão significa mergulhar em um mundo interno desconhecido, profundo e muitas vezes assustador, mas ao avistar a luz no final do túnel a alma se preenche da verdadeira luz da consciência divina.

 

Isso é dar significado a existência.

Aqui e Agora.

Compartilhe!
Please reload

Av. Armando Lombardi, 800 sala 337 - Condado de Cascais

Rio de Janeiro - RJ

Cláudia Quadros

814418719

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon